Rose Palhares incentiva à educação cultural

Em entrevista à Angop depois de ter participado no Festival de Cannes, Rose Palhares afirma que o produto dos criadores angolanos tem qualidade para impor-se nos mercados internacionais.


A criadora avança, no entanto, para a necessidade de se investir na produção de matéria-prima no país para permitir com que os artistas, particularmente os estilistas, consiga obter os tecidos sem constrangimentos e a preços acessíveis e no final colocar ao dispor do público consumidor produtos também a preços acessíveis.


No que toca a sua participação no Festival de Cannes, onde teve a oportunidade de mostrar as suas criações, Rose Palhares adiantou ter sido uma grande vitrine e uma grande responsabilidade.


“Sinto uma enorme responsabilidade por ter chegado até aqui e por ser a primeira estilista angolana a faze-lo. É um orgulho que não cabe em mim e ao mesmo tempo sinto uma enorme responsabilidade, que estou decidida a assumir. Conheci imensa gente da indústria, desde fotógrafos a modelos, tive a oportunidade de vestir mulheres fantásticas e claro deixei a minha marca por onde passei. Definitivamente, este foi um dos degraus mais importantes para a minha internacionalização”, reforçou a estilista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *